A hérnia de disco é uma das condições mais comuns que afetam a coluna, e quem se depara com a ideia de precisar de uma cirurgia muitas vezes se assusta. Mas existem muitos mitos sobre esse assunto que são bem diferentes da realidade. Neste post, você vai conhecer os principais mitos sobre a cirurgia de hérnia de disco. Vamos lá?

Mito 1: A cirurgia de hérnia de disco é sempre necessária.

Nem todas as hérnias de disco requerem cirurgia. Na verdade, a maioria dos casos pode ser tratada com métodos conservadores, como fisioterapia e medicamentos. A cirurgia é geralmente considerada quando os sintomas são graves, persistentes e não respondem ao tratamento não cirúrgico.

Mito 2: A cirurgia de hérnia de disco é arriscada.

A cirurgia de hérnia de disco tem avançado significativamente, tornando-se um procedimento seguro e eficaz quando realizada por um cirurgião experiente. As técnicas minimamente invasivas reduzem o risco e o tempo de recuperação. No entanto, como em qualquer procedimento, há riscos envolvidos que devem ser avaliados caso a caso. Por isso, é importante discuti-los com seu médico.

Mito 3: A cirurgia de hérnia de disco é dolorosa e de recuperação demorada.

Com as técnicas modernas minimamente invasivas, a cirurgia de hérnia de disco tende a causar menos dor e requer menos tempo de recuperação em comparação com abordagens abertas muito usadas no passado. Muitos pacientes relatam alívio dos sintomas logo após a cirurgia e podem retornar às atividades normais em semanas, não meses.

Mito 4: Não tem como garantir que cirurgia vai resolver o problema.

A taxa de sucesso da cirurgia de hérnia de disco é alta, especialmente quando realizada por um cirurgião especializado. A maioria dos pacientes têm alívio significativo da dor e melhora na qualidade de vida após o procedimento. A chave está em escolher um cirurgião experiente e seguir rigorosamente o plano de recuperação.

É importante lembrar que cada caso é único, e a decisão de fazer a cirurgia de hérnia de disco deve ser baseada em uma avaliação completa feita por seu médico. Separar os mitos das verdades é o primeiro passo para tomar uma decisão informada sobre o tratamento. Consulte sempre um especialista em coluna para obter orientação personalizada.


Dr. Rafael Barreto – CRM/SP 122.568
Dr. José Carlos Barbi – CRM/SP 32.705
Dr. Alexandre Jaccard – CRM/PR 27.412 / CRM/SP 116.476
Dr. Ricardo Acácio – CRM-SP 225.318 / CRM-SC 12.732 / CRM-PR 21.521
Dr. Fernando Herrero – CRM 112.5376